Galeria Nacional de arte

os registros dos irmãos Duveen documentam a busca de dezesseis anos da empresa e a eventual aquisição da coleção Dreyfus, que incluía pinturas, esculturas, pequenos bronzes, medalhas e plaquetes. Legada como parte de sua propriedade à viúva de Dreyfus e cinco filhos (um filho e quatro filhas), que tinham opiniões diferentes sobre sua disposição, a coleção não foi vendida até após a morte de sua viúva em abril de 1929. Duveen não queria separar a coleção de pequenos bronzes, medalhas e plaquetes de Dreyfus, e foi vendido intacto para a Fundação Kress por um preço que era recebido por parcelamento a cada três meses. (Duveen Brothers Records, número de adesão 960015, Research Library, The Getty Research Institute, Los Angeles: reel 301, box 446, folders 3 and 4; reel 302, box 447, folders 1-6; reel 303, box 448, folders 1 and 2; reel 330, box 475, folder 4.) Veja também a discussão de George Francis Hill “uma nota sobre Pedigrees” em seu catálogo, a coleção Gustave Dreyfus: Renaissance Medals, Oxford, 1931: xii, que foi encomendado pelos irmãos Duveen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.