Plutão na 3ª casa – Uma Mente instintiva

“o que é estranho sobre a forma como meu cérebro funciona é que a única coisa que já me fez sentir calmo é saber claramente o que eu quero.”.Emma Stone-Plutão na 3ª casa Plutão é o planeta que representa a força do instinto. Plutão fala de mudanças, de transformação. Sua energia transmuta nossa consciência. Como o deus das profundezas, Plutão busca os tesouros que estão abaixo da superfície, atravessando a escuridão para a luz. A área da vida ou processo de consciência que representa a Casa astrológica em que encontramos Plutão torna-se a porta para a conclusão de um processo transformacional que começou com o nosso nascimento. Estamos diante do medo da mudança, de deixar o passado para trás. Se tomarmos o exemplo da crisálida e da borboleta, é como quando nascemos, já somos borboletas. O trabalho de Plutão é remover a crisálida que ainda nos rodeia. Podemos equiparar a crisálida às nossas repressões e tensões. Plutão nos pede para investigá-los.Quando Plutão está na 3ª casa, podemos sentir que nosso ambiente imediato nos controla, de alguma forma ou de outra. Podemos acreditar que não temos o direito de falar, estudar e até pensar. Por alguma razão, a comunicação e a troca de ideias são tabu e despertam nossos medos mais profundos e irracionais. Dentro de nós há um forte desejo de expressar nossas opiniões e, ao mesmo tempo, temos medo de fazê-lo. Podemos sentir culpa e vergonha em relação à nossa inteligência, nossa expressão verbal ou escrita e, como conseqüência, aprendemos a controlar o que expressamos. Esses medos, culpa ou vergonha podem ter sido aprendidos com nosso ambiente imediato, na escola, no bairro, através de nossos irmãos. Não é que as pessoas ao nosso redor ajam deliberadamente para condicionar nossa expressão mental, mas é a nossa percepção que olha para a realidade através de um filtro de desconfiança. Talvez seja um condicionamento que vem de nossos ancestrais. Alguns astrólogos mencionam que Plutão revela a memória de nossa alma. De qualquer forma, com essa posição, podemos nos sentir incompreendidos, controlados ou atacados devido às nossas observações, até começarmos a duvidá-las ou silenciá-las. Plutão nos convida a perder o medo de pensar.

talvez haja uma tendência ao estresse mental. Uma necessidade compulsiva de estudar, escrever ou falar pode ser despertada, que atua como um mecanismo de enfrentamento para manter o controle de nossos pensamentos e idéias. Podemos procurar informações em todos os lugares, embora com Plutão na terceira casa, seja nosso próprio pensamento que precisa sair da crisálida.

com esta posição, podemos ter dificuldade em expressar nossa verdade. A honestidade pode ser uma das qualidades que precisamos desenvolver. Não é que tenhamos uma tendência a mudar os fatos (a menos que tenhamos um Netuno forte e em conflito), mas tendemos a esconder o que pensamos. A raiz desse comportamento é a mesma: medo de expressar nossas idéias. Talvez também tenhamos uma tendência a querer controlar nosso ambiente imediato, as conversas, o que é comunicado. Dentro de nossa memória da alma há experiências de encarnação onde as idéias foram controladas ou bloqueadas. Com Plutão na 3ª casa, temos que fazer uma jornada interior em direção aos medos que nos impedem de nos sentir livres para gerar nossas próprias idéias e comunicá-las. Ao mesmo tempo, temos uma grande capacidade de entender nossa mente inconsciente e, como conseqüência, a dos outros. O desejo de entender é intenso. O segredo é deixar-nos guiar pelo nosso instinto.

os erros são, afinal, o fundamento da verdade, e se um homem não sabe o que é algo, pelo menos saber o que não é aumenta seu conhecimento.Carl Jung – Plutão na 3ª casa com Plutão na 3ª casa, é por tentativa e erro que descobrimos nossa própria linguagem mental. Temos o poder de compreender tão profundamente o nosso ambiente que nada nos escapa. Pode-se dizer que, com essa posição, nossas habilidades de observação são como a de um falcão.Plutão na 3ª casa nos pede a reintegração de posse de nossa mente e de nossos processos mentais. Dependendo dos aspectos e posição do governante da 3ª casa, bem como de Escorpião, a tarefa será mais ou menos intensa. No entanto, com nossa grande capacidade de pesquisa, uma vez feito isso, poderemos não apenas entender, mas também explicar os comportamentos instintivos da natureza humana. O tema com esta posição é desenvolver nosso próprio conhecimento e confiar em nossa percepção.Carl G. Jung (1875-1961), o fundador do campo da psicologia analítica tinha Plutão na casa 3. Ele investigou e definiu as personalidades introvertidas e extrovertidas, arquétipos-padrões psicológicos ou modelos que habitam o inconsciente coletivo (nossa compreensão e experiência compartilhadas como seres humanos). Ele também estudou conhecimentos antigos de psicologia, como astrologia, o Tarô e o Livro das mudanças – I Ching. Ainda hoje, muitos dos recursos usados por Jung permanecem tabu para muitos estudiosos da ciência. No entanto, sua pesquisa ainda é válida, sendo um dos indivíduos mais influentes da psicologia moderna.

você está interessado em uma leitura astrológica pessoal? Descubra todas as suas opções na minha página de consulta.

SUBSCREVER!Não perca novos artigos! Com sua assinatura, você receberá um cupom de desconto de 10% para o relatório “Qual é o seu destino? O Propósito de sua Alma”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.